O segredo da escuridão e o Ser Incorruptível

O Segredo da Escuridão e o Ser Incorruptível

Mauro Muller

Segredo escuridão ser incorruptível

 

Querido viajante cósmico,  nota importante

Este texto corresponde á verdadeira missão deste site: O amor Incondicional

.

Desde éons de tempo linear que procuramos responder uma simples pergunta, afinal “quem somos nós?”

.

No afã de responder está pergunta, criamos a nossa conhecida realidade dual que tinha como finalidade primeira o de nos conhecermos a nós mesmos de uma forma completamente diferente. Durante essa experiência dual,  ainda no afã de responder a mesma pergunta e em uma grande experiência, fizemos muitas e muitas guerras. E foi justamente através dessas guerras que criamos este maravilhoso Universo, realmente é incrível. Sim, a dualidade nos possibilitou a possibilidades de nos lembrarmos de quem realmente somos e também possibilitou a desenvolvimento deste maravilhoso Universo, visível e invisível, que fazemos parte.

 

Por conta desta experiência, ficamos tão absortos com o uso do poder sobre os outros que realmente esquecemos mais e mais profundamente quem somos, e quando muito lembramos, não conseguimos sair deste labirinto e vício do poder sobre os outros. Mas, como diz um ditado conhecido: “se críamos isso, sabemos como sair, críamos as soluções.”

 

Nosso ser, em essência, é incorruptível, não precisa de poder sobre os outros, não precisa matar, não precisa roubar, e é tudo de bom que sabemos que ele É. Mas, como eu já falei, esquecemos disso e está na hora de percebermos uma série de coisas, ter coragem de fazer essa integração e retornar ao Lar.

 

Eu sempre soube que a questão da escuridão é a chave para retornarmos para casa, sempre soube, até porque eu experimentei e sei como isso funciona. Por isso desenvolvi o NESPER, uma ferramenta que auxilia sobremaneira o processo. Mas eu pensava, o Ser Integro significa que vou matar, que vou roubar, que vou manter o poder? É isso?

 

Claro que não, pois sabemos que não somos isso.

 

Mas que diabos então eu vou fazer com a escuridão?

 

Ah, muito fácil, aquele aspecto, parte de mim, que matou em uma vida passada disse :: Por que que você quer matar novamente? você não precisa disso, da mesma forma, Por que você quer roubar novamente? você não precisa disso. Sim, a sabedoria que  a alma traz, fantástico, e isso é um bálsamo em nossas vidas, o verdadeiro não julgamento, a verdadeira liberdade.

 

O mais interessante, estes aspectos continuam a existir, mas, de uma forma diferente. Não ficam dizendo: matem, roubem, eles dizem:: você não precisa matar novamente, você não precisa mais roubar novamente, mas, a decisão ainda continua sendo nossa, de cada um de nós e não podemos esquecer que matar, roubar, são apenas experiências e o que carregamos é a sabedoria e não o julgamento. É importante que você entenda isso.

 

Mas, como já percebemos, isso deve ser feito de forma verdadeira, não resolve fazer isso só na mente, tem que sentir, ser verdadeiro, senão for desta forma, meu amigos, não funciona verdadeiramente.

 

Assim, feito isso verdadeiramente, estaremos livres e prontos para a verdadeira diversão.

 

Alguém pode dizer: então temos que fazer a bondade. Se for acima deste jogo da dualidade, sim, é isso, mas se ainda for bondade em detrimento da escuridão, não, não é isso.

 

Eu fui um déspota em um passado remoto e pensei que isso ia continuar. Não, quando eu reconheci isso internamente, todos eles, meus aspectos, também o fizeram. Sim, exatamente o que você leu e estou aqui para compartilhar, e atualmente eu vivo em um nível de consciência onde não existe o poder.

 

Por isso entendo perfeitamente a questão do julgar, pois cada um está no seu momento, e sabemos que isso é apenas uma forma de cada um se conhecer. Quando você julga, você retorna ao vício do poder, portanto, deixemos que cada um faça sua própria experiência e cuidemos de nos tornarmos quem realmente somos.

 

Eu amo todos vocês. Se assim não fosse, eu jamais teria retornado à este planeta neste momento. Eu tenho vício em ajudar os seres deste maravilhoso planeta. Mas, creio que chegou o momento de eu cuidar de mim.

 

Assim, creia-me, vamos nos tornar o que de fato somos, seres incorruptíveis e multimensionais, o que de fato sempre fomos, e carregando uma sabedoria enorme e entendendo o momento de cada um, tendo profunda compaixão por todos e realmente conhecendo QUEM de fato somos.

 

Não se esqueçam, meus aspectos, os trevosos, estão por aí dizendo, não precisa disso, não precisa disso.

 

Creio que meu trabalho de escrever vai tomar um novo rumo, eu vou me dedicar à palestras, clique Palestras sobre Liberdade para conhecer. Às vezes vou fazer algumas correções em alguns textos que eu achar necessário.

 

Deus se fez um ser humano, para que o ser humano se torne Deus. Assim é.

 

Você, então, se tornará um ser sem poder da dualidade.

 

A partir deste momento, se você quiser, não se trata mais de você, agora você está em serviço aos outros.

 

Eu Sou Mauro Muller, Eu existo em serviço à você e louco por mim.

Oh-Be-Ahn

 

 

 

5 Responses to O segredo da escuridão e o Ser Incorruptível

  1. Felismino disse:

    sempre achei liberdade ser a maior mentira do planeta.

    Curtir

  2. Renato Rodenelle disse:

    Não tinha ainda olhado de tal forma esse tema na verdade o procurei para tratar sobre assuntos de composições, pesquisei seu perfil e queria ajuda para expor meu trabalho no ramo, falar de amor num sentido mais amplo ampara por si só tudo, a liberdade é tão composta pelo livre “arbítrio” que me fascina o quão carregamos na vida isto, as pessoas que amam incondicionalmente tem um momento de tentação no deserto uma referência a talvez a maior tentação do mundo que todo homem no condição do amor passa eu realmente não sei como agir na verdade sei mas preferia não saber.

    Curtir

    • Mauro Muller disse:

      O ser humano em geral não conhece e não sabe do que se trata o livre-arbítrio, que por si mesmo, já diz: Liberdade. Estamos aqui para viver tudo e nos lembrar de quem realmente somos.
      Depois eu envio um e-mail para você.
      Abraços fraternos.

      Curtir

  3. “Como eu cheguei à esta conclusão: Fiz uma pergunta básica e fui completamente verdadeiro comigo na resposta.”

    Onde há o amor não há perdão.

    Aquele aldíssimo abraço.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: